Quarta, 20 de Setembro de 2017
dourados
Homem morto em lava jato sofria ameaça de morte, diz família
Carlos Domingos e o sobrinho Gabriel Zanotim foram mortos no fim da tarde de sábado (8) a tiros em Dourados.

Carlos Domingos Gregol, de 38 anos, morto a tiros na tarde de sábado (8), em Dourados(Foto: Divulgação / Folha de Dourados)
O irmão de Carlos Domingos Gregol, de 38 anos, morto a tiros na tarde de sábado (8), em Dourados, disse à polícia durante depoimento, que a vítima vinha recebendo ameaças. Além de Carlos, o sobrinho Gabriel Zanotim Gregol, 18 anos, também morreu após ser atingido pelos disparos de arma de fogo. 

Segundo o site Dourados News, Carlos residia em Amambai e desde lá vinha recebendo ameaças. O sobrinho, Gabriel Zanotim Gregol, não seria alvo, mas estava em lugar errado, na hora errada. O jovem atingido no peito e virilha chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

O crime aconteceu ontem (8), quando a vitima foi buscar uma caminhonete Dodge Ram 250, de cor preta, atrelada a um trailer para transportes de cavalos, que havia deixado para lavar, momento que dois homens em uma caminhonete Toyota Hilux de cor prata, chegaram no local e um deles efetuou os disparos, com pistola .40. 

Carlos foi atingido principalmente no rosto e morreu ainda no local, antes da chegada do socorro. 



facebook googleplus pinterest twitter