Menu
Domingo, 19 de Janeiro de 2020
mato grosso do sul
Laudo identifica irregularidade em medidor e deputados abrem CPI da Energisa
Felipe Orro apresentou requerimento para abertura da CPI e teve apoio dos colegas

(Foto: Luciana Nassar)
Depois de confusão envolvendo deputados do PSL, que tentaram autopromoção em cima dos colegas, a CPI da Energisa (Comissão Parlamentar de Inquérito) começou a tramitar na Assembleia nesta quarta-feira (6). 

O novo requerimento foi apresentado pelo deputado Felipe Orro (PSDB), após o colhimento de assinaturas e concordância da Casa.

Segundo o deputado, que é membro da Comissão de direitos dos consumidores, laudo de uma empresa constatou uma divergência na marcação do relógio. 

"Numa propriedade rural, houve diferença no medidor da empresa particular e da Energisa, sendo que a mesma energia que passava em um passava no outro também", explicou.

Ele apontou ainda que Dois Irmãos do Buriti é um dos municípios mais prejudicados. "Lá eles ficam muito tempo sem energia e as contas estão altíssimas", diz.

O objetivo da CPI é apurar possíveis irregularidades e prejuízos aos consumidores. O documento foi embasado em   diversas representações/reclamações junto à Casa de Leis, Procons, Ministério Público e Poder Judiciário.



facebook googleplus pinterest twitter