Sexta, 21 de Julho de 2017
no Senado
Com votos de Moka, Chaves e Simone Tebet, reforma trabalhista é aprovada

Moka e Simone votaram a favor e Pedro Chaves contra - Foto: TopMidiaNews
O texto base da reforma trabalhista, aprovada no Senado Federal na noite de terça-feira (11), teve o apoio da senadora Simone Tebet (PMDB) e Waldemir Moka, do mesmo partido.

A proposta enviada ao Congresso pelo presidente Michel Temer (PMDB) precisava de pelo menos 40 votos, mas obteve 50 a favor e 26 contra.

O senador Pedro Chaves (PSC) acompanhou os outros senadores de MS. O plenário do Senado analisa as emendas e deve enviar o texto para sanção presidencial.

A medida mais polêmica é que a proposta dá força de lei para negociações entre patrões e empregados, desde que não afete direitos trabalhistas como FGTS, por exemplo.

Ontem, terça-feira, a Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) encaminhou ofício aos três senadores de MS pedindo a aprovação do texto.



facebook googleplus pinterest twitter